terça-feira, 29 de março de 2011

Cookies de maconha viram febre em balada de Buenos Aires

Brownies e cookies de maconha viraram febre em uma das baladas mais agitadas de Buenos Aires. As “galletitas mágicas” (biscoitinhos mágicos) são atração nas noites de segunda num centro cultural em Balvanera (região central).

Em Buenos Aires, cookies de maconha são vendidos em uma festa badalada frequentada por brasileiros



O local é bastante frequentado por turistas, principalmente brasileiros.
Os quitutes de maconha, nos sabores coco, chocolate, integral e aveia e mel, são vendidos na rua antes e depois das festas. Não há repressão.
Na Argentina, é crime o porte e consumo de drogas, não importando a quantidade e a forma de uso.
“É tranquilo, a polícia nunca vem”, garante Carolina (os nomes citados são fictícios), que vende brownies a custo médio de 10 pesos (R$ 4). A Folha contou, anteontem, ao menos 12 vendedores; dez deles garantiram que fazem os biscoitos com a maconha que plantam em casa.
Dentro da balada, é proibido consumir bebida alcoólica, mas é possível experimentar maconha livremente: na forma de brownies, cookies ou cigarros.
Os brasileiros Bruno e Priscila acharam os biscoitos “ótimos”.
“Vou levar de lembrança”, diz Joe, um turista inglês.
O consumo de maconha pode causar, entre outros problemas, dependência, ansiedade, e bronquite.
O psiquiatra Aderbal Vieira Jr., do Proad (Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes), da Unifesp, explica que a absorção da droga é maior quando é fumada. “Mesmo assim, isso é consumo de maconha”, diz.



Quero ver quando a moda pegar no Brasil . rsrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário